Darwinismo Digital – Em nenhuma outra época da história tantos setores se reinventaram em um período tão curto de tempo!

São Paulo, 26 de setembro de 2016: Ontem à noite, a Tele.Síntese traçou a mais nova fotografia do Nível e do Tipo de Inovação que caracterizam o mercado brasileiro de Comunicações e Internet, em um evento que premiou as quatro grandes operadoras (Vivo, TIM, Oi e Claro) na categoria de MNO (Mobile Network Operators). …

Até aí, nada de novo, não é? Porém o flashback para por aí, pois em todas as demais categorias apenas projetos realmente disruptivos subiram ao podium!

Sim, as empresas OTT (Over the Top) e de IoT (Internet of Things) dominaram a cena da premiação no evento de lançamento do Anuário Tele.Síntese de Inovação em Comunicação 2016 (http://www.telesintese.com.br/anuario-telesintese/).

Está claro que em um futuro muito próximo, as Operadoras de Telefonia serão muito mais parecidas com players de Internet ou da Área Digital, do que com os atuais dinossauros de telecom.

Neste clima de inovação e disruptura, o conceito de Darwinismo Digital impregnou a cerimônia, descrevendo o momento em que vivemos como uma situação na qual a sociedade e as tecnologias superam a capacidade de adaptação de uma empresa. É sabido que as novas tecnologias sozinhas não trazem inovação, mas que o conhecimento, as parcerias do ecossistema e o modo de pensar desempenham um papel essencial.

Empresas de telecomunicações já sentem os efeito colaterais do Darwinismo Digital e iniciam grandes investimentos para desenvolver e aplicar inovações aos modelos de negócio atual, a fim de conseguir afastar a ameaça real a sua longevidade empresarial, trazida por provedores Over the Top (OTT) como Skype, WhatsApp e Netflix.

Em nenhuma outra época da história tantos setores se reinventaram num período tão curto de tempo… A lista de disruptores é longa: Uber na área de transportes, Airbnb na de viagens, Tesla no setor automotivo, Amazon e Alibaba no varejo, Netflix e EnterPlay em entretenimento. A lista de vítimas é ainda maior, pois 52% das empresas incluídas na lista Fortune 500 em 2000 já faliram, foram compradas ou fechadas. As Tecnologias Digitais aceleram, como nuca, o ritmo e a força da Inovação!
Neste cenário, a Tele.Síntese também inovou e enalteceu OTT e IoT ao premiar, entre outros provedores, a EnterPlay (http://www.enterplay.com.br/). Uma startup de Entretenimento Digital, que oferece TV Aberta (ISDB-t), TV Paga (IPTV), Vídeo Sob Demanda (VoD), Música, Jogos e Aplicativos, reunidos em uma interface única, em qualquer tela. Ou seja entretenimento digital com login único e apenas um controle remoto, entregue via Internet ou através de redes de Provedores de Banda Larga homologados (ISP).

Trofeu TeleSintese

Comentários